(17) 3212.3833

Energia solar contribui para a matriz energética do Brasil

Em meio às discussões sobre a redução da tarifa de energia elétrica no Brasil, o assunto torna-se recorrente, assim como a discussão sobre o aproveitamento de outras fontes de energia. No Brasil, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), do custo médio total da tarifa de energia elétrica, 45% são referentes a encargos, taxas e tributos, o que faz com que o Brasil apresente uma das taxas mais caras do mundo. Para se ter uma ideia, o País paga 143% a mais pela energia do que os outros países que compõem os BRICs (Rússia, Índia e China).

O aquecimento de água é uma das atividades que mais consomem energia elétrica e a utilização da energia solar para este fim torna-se uma excelente alternativa, agregando economia e sustentabilidade. Diante deste cenário, há muitos anos, empresas que apostam nesse segmento trabalham para divulgar e oferecer uma nova proposta para a captação de energia.

“Esse mercado possui demanda crescente e apelo para sustentabilidade. Essa alternativa, além de gerar economia em termos financeiros, é um grande benefício ambiental, pois é uma fonte limpa e inesgotável muito significativa para o planeta. Os constantes incentivos do Governo são determinantes para que casas populares e de alto padrão tenham acesso a esse método de captação e desfrutem dos benefícios oferecidos”, explica o gerente comercial da PKO do Brasil, Alexandre Toledo.

Os países que mais aproveitam esse tipo de recurso são China, Estados Unidos, Alemanha, Turquia, Áustria, Israel, Brasil e Austrália. Atualmente figurando entre os oito países que mais utilizam energia solar para o aquecimento de água, a colocação em que o Brasil se encontra ainda é incipiente, considerando sua enorme capacidade para o aproveitamento desse tipo de energia.

“A utilização da energia solar para aquecimento de água é extremamente vantajosa no Brasil, pois o país apresenta excelente grau de insolação de Norte a Sul. E seu uso para o aquecimento de água colabora também com a matriz energética do País, reduzindo o consumo de energia elétrica no horário de pico.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel, a área de aproveitamento da energia solar para aquecimento de água tem adquirido importância sobretudo nas regiões Sul e Sudeste do País, onde uma parcela expressiva do consumo de energia é destinada a esse fim, principalmente no setor residencial. A tecnologia do aquecedor solar já vem sendo usada no Brasil desde a década de 60 e desde 1973 as empresas passaram a utilizá-la comercialmente.

Nos últimos anos, o uso da radiação solar para aquecimento de água está começando a atingir a classe popular, através do programa do governo federal "Minha Casa Minha Vida", além dos diversos programas da CDHU do Governo do Estado de São Paulo.

Fonte: http://www.odocumento.com.br/

Nossas notícias

ENERGIA RETORNÁVEL

ENERGIA LIMPA

Aquecedor solar RioSol Brocanelli

Brasil se destaca na construção de unidades imobiliárias com selo verde

Painel de energia solar dará desconto na conta de luz

NOVA LÂMPADA FEITA DE PLÁSTICO

Sustentabilidade como Inovação no modelo de negócios das empresas

Geração de energia – Cresce interesse por tecnologia solar no país

Energia solar contribui para a matriz energética do Brasil

Projeto cria incentivos para a produção de energia solar

Rua José do Amaral Salles, 2498
Boa Vista
São José do Rio Preto/SP
15025-450
17 3212.3833

Ver mapa
ENERGIA SOLAR, MATRIZ ENERGÉTICA, BRASIL, CONSUMO, SUSTENTABILIDADE, ECONOMIA ENERGIA